X

Emissão de Boletos ACESSE

Últimas Notícias

06/11/2017

NOVEMBRO AZUL: RADIOTERAPIA É UM DOS MÉTODOS MAIS EFICAZES CONTRA O CÂNCER DE PRÓSTATA E PROFISSIONAIS DA RADIOLOGIA SÃO FUNDAMENTAIS NO TRATAMENTO

Tecnólogos e Técnicos em Radiologia são determinantes para a eficácia do procedimento



Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), o ano de 2016 registrou mais de 61 mil casos de câncer de próstata. A doença é o segundo tipo de câncer que mais afeta os homens, atrás apenas do de pele não-melanoma.

Esta patologia não costuma apresentar sintomas no estágio inicial, pois os tumores crescem de forma lenta, que não chegam a dar sinais durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem. Por isso a prevenção é muito importante para o controle da doença.

Cumpre enfatizar que a radioterapia é administrada por uma equipe multidisciplinar, composta por diversos especialistas altamente qualificados, dentre eles, os profissionais das Técnicas Radiológicas especializados na área, os quais possuem um papel importante no tratamento radioterápico dos pacientes oncológicos, uma vez que são eles que operam os equipamentos, bem como posicionam os pacientes nas sessões garantindo o sucesso do procedimento.

Este tratamento utiliza radiações ionizantes para destruir ou impedir o crescimento das células cancerosas que formam um tumor. Existem vários tipos de radiação, porém as mais utilizadas neste tipo de terapia são as eletromagnéticas, compostas por Raios X ou Raios Gama e os elétrons, disponíveis em aceleradores lineares de alta energia.

Existem dois tipos de radioterapia utilizadas no tratamento do câncer de próstata: radioterapia externa e braquiterapia (radioterapia interna).

Radioterapia Externa – Tem como foco a glândula da próstata a partir de uma fonte de radiação externa. Cada tratamento dura apenas alguns minutos, somado ao tempo de posicionamento do paciente. O procedimento em si é indolor.

Braquiterapia - Geralmente aplicada em homens com câncer de próstata em estágio inicial, o tratamento utiliza de pequenas sementes radioativas que são colocadas diretamente na próstata. Para isso são utilizadas fontes radioativas específicas, pequenas e de diferentes formas por meio de cateteres ou sondas.

Prevenção

O diagnóstico do câncer de próstata é feito através do exame de toque retal e de sangue, chamado de PSA (Antígeno Prostático Específico), além de biópsia, caso haja alteração na próstata. O recomendado é que os homens procurem orientação médica a partir dos 50 anos de idade. Caso haja algum fator de risco, os exames preventivos devem ser realizados aos 45 anos e se o paciente possuir algum caso na família, a idade baixa para os 40 anos.

A origem do Novembro Azul

O movimento começou na Austrália, em 2003, aproveitando os eventos que marcavam o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata (17/11), quando um grupo de amigos teve a ideia de deixar o bigode crescer durante todo o mês como apoio à conscientização da saúde masculina e arrecadação de fundos para doação às instituições de caridade. A campanha foi um sucesso, alguns anos depois o país todo estava participando e logo o movimento ganhou o mundo.

Fora do Brasil, a campanha é chamada de Movember (Moustache + November. Bigode + Novembro em português). Para a conscientização mundial, os simpatizantes do movimento continuam deixando o bigode crescer, (mulheres utilizam bigodes falsos). Muitos usam peças de roupa na cor azul para alertar a todos sobre a importância da campanha.

A ATUAÇÃO CRITERIOSA DOS PROFISSIONAIS DA RADIOLOGIA NA RADIOTERAPIA RESULTA EM PROCEDIMENTOS SEGUROS E EFICAZES!
 
Assessoria de Imprensa - SINTTARESP 
Mais Notícias
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 avançar »
www.infosind.com.br