X

Emissão de Boletos ACESSE

Últimas Notícias

26/04/2017

EMPRESA RESPONSÁVEL PELA ELEIÇÃO DO CONTER SOFRE INTERVENÇÃO JUDICIAL POR SUPOSTA FRAUDE EM VOTAÇÃO!

SINTTARESP já acionou o MPF e o MPE para apuração e devida repreensão da situação, tendo em vista a gravidade dos fatos



O SINTTARESP na qualidade de defensor dos seus associados, Tecnólogos e Técnicos em Radiologia, inscritos no sistema CRTR/SP e CONTER tomou conhecimento de diversas denúncias e irregularidades referente ao Presidente da Comissão Eleitoral do CONTER, Sr. Fernando Gerber, haja vista que o mesmo foi processado, condenado e no momento é executado pelo Tribunal de Contas da União por diversas irregularidades, como por exemplo, na concessão de diárias e passagens aéreas, processo 0005702-63.2008.4.01.3400.

Esclarecemos que a permanência de Fernando Gerber no cargo de presidente da comissão eleitoral se torna um tanto quanto suspeita, pois, o mesmo responde por processos com diversas irregularidades, a conduta do Sr. Fernando Gerber é um tanto quanto inapropriada para permanecer à frente da Presidência da Comissão Eleitoral, pois, como podemos observar a conduta do denunciado é ilícita e fere totalmente o princípio ético.

Os atos praticados pelo denunciado são suficientemente satisfatórios para a determinação de seu imediato afastamento do cargo, indisponibilidade de bens com vista a garantir a execução da prestação jurisdicional para ressarcimento aos cofres do conter, diante dos danos causados a esta.

Diante de todas as informações contidas no processo em face do Sr. Fernando Gerber, processo de total conhecimento do CONTER, o mesmo, através de seu Corpo de Conselheiros, não poderia, de forma alguma, permitir a permanência do denunciado no cargo de Presidente da Comissão Eleitoral, a não ser que todos sejam coniventes.

O processo citado acima, foram movidos pelo Tribunal de Contas da União, tendo sido, como já dito anteriormente, FERNANDO GERBER ESTÁ SENDO EXECUTADO POR DIVERSAS IRREGULARIDADES NA CONCESSÃO DE DIÁRIAS E PASSAGENS AÉREAS, OU SEJA, A CONDUTA DO DENUNCIADO É DE PRÁTICAS ILÍCITAS E IMORAIS E ABUSIVAS, que causaram prejuízo aos cofres da Autarquia Federal, ou seja, Fernando Gerber não é pessoa proba, qualificada para assumir tal cargo/função.

Ainda importa mencionar que desde o final de Março, quando os profissionais das Técnicas Radiológicas passaram a receber suas senhas provisórias para o acesso ao sistema de votação eletrônico do CONTER, tem sido inúmeras as reclamações quanto a possibilidade de alteração de senhas devido às alegações, vezes, de pendências, muitas existentes, nos CRTRs.

Isso nos faz questionar se, também, existem riscos na segurança, sigilo do voto e, principalmente, na possibilidade de manipulação dos resultados. Quais as garantias de que o sistema não irá substituir o voto no momento exato em que ele é registrado?

Ironicamente, as falhas grosseiras estão presentes nos canais de comunicação do CONTER, que impossibilitam que os profissionais relatem as instabilidades e peçam providências rapidamente, já que a Comissão Eleitoral optou por utilizar o sistema de Chat que está disponível somente em horários pré-determinados.

Além da falta de transparência durante o processo eleitoral, é preciso ressaltar que o CONTER até o momento não se pronunciou quanto a falha no sistema de substituição de senhas, muito menos acionou um plano de contingência para solucionar tal impasse. Sem isso, o andamento da eleição fica prejudicado, já que não temos garantias de que todos os profissionais da Radiologia terão tempo hábil para conseguir cadastrar suas senhas até o dia das eleições.

Mas os absurdos não param por aqui, como se não bastasse as falhas apontadas no portal VotaRadiologia, a empresa SCYTL Soluções de Segurança e Voto Eletrônico, responsável pelo desenvolvimento do sistema online de votação do CONTER, sofreu intervenção no início deste mês devido à falta de transparência durante a realização do processo eleitoral da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB). Entre as irregularidades, podemos citar a realização de inscrições através de e-mails falsos e repetidos.

 
VEJA ABAIXO AS MATÉRIAS NA ÍNTEGRA NOTICIANDO A INTERVENÇÃO:


Diante de todos os fatos e acontecimento, o exposto acima, e demais informações constantes no processo supracitado, consequentemente, os casos envolvendo o Sr. Fernando Gerber, não podemos fingir que nada está acontecendo, tampouco fechar os olhos para tantas irregularidades, consideradas no mínimo questionável.

Assim sendo, com o fito de evitar que haja total desrespeito às normas de competência e comandos imperiosos que devem ser respeitados quando do exercício das atividades das áreas da saúde, e como representante de uma categoria específica, que integra a área da saúde, é que promovemos a presente DENÚNCIA COM OBJETIVO DE SOLICITAR A APURAÇÃO, BEM COMO A INVESTIGAÇÃO DOS FATOS AQUI NARRADOS PARA QUE NÃO ACARRETE DEMAIS PREJUÍZOS PARA OS PROFISSIONAIS QUE NESSE SETOR ATUAM E, CONSEQUENTEMENTE, COM O DEVIDO AFASTAMENTO DO SR. FERNANDO GERBER DO CARGO DE PRESIDENTE DA COMISSÃO ELEITORAL.

Isto posto, o SINTTARESP reitera que está tomando as medidas legais cabíveis, acionando a Justiça e encaminhando essas denúncias para os órgãos competentes, tais como: Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público Estatual (MPE). Todas as denúncias realizadas pelo Sindicato em torno da Eleição do CONTER têm como objetivo preservar e resguardar os direitos democráticos da Categoria!
 
O SINTTARESP CONTINUARÁ LUTANDO PARA QUE AS ELEIÇÕES DO CONTER SEJAM REALIZADAS DE MANEIRA TRANSPARENTE E DEMOCRÁTICA!

SEGUIREMOS COMBATENDO QUAISQUER POSSÍVEIS FRAUDES NESSE SISTEMA DE VOTAÇÃO!
Mais Notícias
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 avançar »
www.infosind.com.br