X

Emissão de Boletos ACESSE

Últimas Notícias

25/06/2018

MENTE QUE NEM SENTE: DIRETORIA INTERVENTIVA DO CRTR-SP É INVESTIGADA PELO MPF POR NÃO PRESTAÇÃO DE CONTAS

Agnaldo da Silva, Jorge Biagi Fernandes e Guilherme Antônio Ribeiro Viana seguem mentindo e prejudicando a Categoria



A falta de transparência da diretoria interventiva do CRTR-SP pode ser comprovada através de seu Portal que não é atualizado desde setembro de 2017 – período em que as atualizações ainda eram realizadas pelo 5° Corpo de Conselheiros, ou seja, a antiga gestão.

O site que tem como objetivo tornar público os gastos do Regional com diárias, jetons, auxílios representação e remuneração dos funcionários estão em situação de total abandono, impossibilitando a busca por informações dos atos administrativos dos senhores Agnaldo da Silva, Jorge Biagi Fernandes e Guilherme Antônio Ribeiro Viana.

Entre as informações mínimas exigidas pela Lei de Acesso à Informação (n° 12.527, de 18 de novembro de 2011) estão a de “registros de despesas” e “registros de quaisquer repasses ou transferências de recursos financeiros”. Mas vejam só, não há absolutamente nada no site do Regional. 




O fato é que, infelizmente, a desatualização do Portal da Transparência do CRTR - 5ª Região prejudica visivelmente o controle dos profissionais da Radiologia no que se refere aos gastos dos Conselheiros do Regional. É o mínimo que eles deveriam fazer, mas agir de forma “transparente” parece ser algo bastante custoso a Agnaldo, Jorge e Guilherme.


Considerando o possível prejuízo ao erário público que estes Conselheiros podem estar ocasionando nos cofres do Regional, as questões mencionadas acima são alvo de investigação do Ministério Público Federal, na denúncia protocolada com o número 1.34.001.004878/2018-16, que visa apurar tais ilegalidades. Confira os documentos abaixo.




E as investigações envolvendo a diretoria interventiva não param por aí. Veja a seguir.

PFC 167/2018 – Câmara dos Deputados

Tramita na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC), da Câmara dos Deputados – Distrito Federal, a PFC 167/2018, que prevê realizar uma fiscalização, com o auxílio do Tribunal de Contas da União (TCU), para apurar as possíveis irregularidades financeiras cometidas pelo CONTER e o Conselho Regional dos Técnicos em Radiologia da 5ª Região - São Paulo.

A proposta, de autoria do Deputado Federal Orlando Silva (PCdoB/SP), foi apresentada no início do mês de maio, à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados para apreciação interna da CFFC, que nomeou como relator o Deputado Federal Odorico Monteiro (PSB-CE).

A gravidade das denúncias realizadas pelo SINTTARESP sobre os prováveis atos ilícitos praticados pelo Sistema CONTER/CRTR'S chegaram a Câmara dos Deputados através de um extenso dossiê composto por mais de 700 páginas que traz à tona supostos atos de corrupção envolvendo os membros do Sistema. Aliás, é válido destacar que estas questões também são investigadas pelo Ministério Público Federal e Polícia Federal.



Melhorias realizadas pelo 5° Corpo de Conselheiros – Antiga Gestão

Lamentavelmente, a missão confiada pelos profissionais das Técnicas Radiológicas ao 5° Corpo de Conselheiros do CRTR-SP foi bruscamente interrompida por um inquestionável GOLPE aplicado pelo CONTER através de uma resolução claramente fraudulenta, que contou com a participação de funcionários como cobaias.

Ao assumir à frente do CRTR-SP, o 5° Corpo de Conselheiros dedicou-se a “limpar” toda a sujeira deixada pelas antigas gestões e colocar o Regional, antes visto como mero cobrador de impostos, no lugar que lhe compete. Confira os tópicos abaixo.
  • Infraestrutura
Em razão dos riscos iminentes de incêndio, a substituição de toda a fiação elétrica foi uma das ações prioritárias, haja vista que as mesmas encontravam-se expostas e apresentavam sobrecarga pelo uso de vários aparelhos em uma mesma tomada.
  • Recepção
Visando oferecer maior conforto aos profissionais das Técnicas Radiológicas, a recepção do 5ª Região foi totalmente repaginada. As cadeiras foram substituídas por modelos mais modernos e confortáveis e um grande painel de madeira foi instalado para separar a área da recepção dos demais setores administrativos.
  • Centro de Processamento de Dados
Caracterizados anteriormente por uma burocracia excessiva e inoperante, a modernização do Centro de Processamento de Dados (CPD) e a reorganização dos documentos e processos também integraram o projeto de renovação.
  • Reestruturação dos Setores
Os setores administrativos foram devidamente reorganizados, bem como a sala de reunião, que passou a contar com um novo espaço, que dispõe atualmente de mobiliário moderno, acesso à internet, TV e tecnologia para videoconferência.
  • Melhorias no setor de fiscalização
Como parte complementar das medidas voltadas para a modernização da estrutura administrativa, o 5º Corpo de Conselheiros promoveu uma grande readequação no setor de fiscalização do CRTR-SP.

Para tanto, ampliou a equipe de fiscais e investiu na compra de uma nova frota de veículos zero km, a fim de assegurar uma fiscalização efetiva nos municípios do Estado de São Paulo.

 

Os resultados de tais empenhos foram verificados através do Balanço Semestral de Fiscalização dos Conselhos Regionais de Técnicos em Radiologia (CRTR’S), que a Coordenação Nacional de Fiscalização (CONAFI) tornou público.

A análise dos dados demonstra uma diferença expressiva entre os números apresentados pelo 5º Corpo de Conselheiros e os demais CRTR’S. Enquanto estiveram à frente da Autarquia Federal, no 1ª semestre de 2017 o Regional foi responsável por cerca de 47% do total de fiscalizações realizadas nas instituições de Saúde de todas as regiões do país.

Diante de todas as benfeitorias relatas, o SINTTARESP parabeniza o 5º Corpo de Conselheiros do CRTR-SP pelo excelente trabalho desenvolvido em prol dos Tecnólogos e Técnicos em Radiologia do Estado de São Paulo. Reconhecemos que tais ações superaram as expectativas e contribuíram diretamente para um melhor atendimento da Classe. 










Risco iminente de extinção

A principal função do Conselho Nacional, assim como dos CRTR’S é impedir o exercício ilegal da profissão. Contudo, os mesmos têm demonstrado seu total despreparo com a situação enfrentada pelos trabalhadores.

Não é à toa que os profissionais devidamente formados na área estão perdendo espaço no mercado de trabalho para os Biomédicos, Biólogos e Técnicos em Saúde Bucal. Dito isto, novamente reforçamos a pergunta: O que a Autarquia Federal tem feito para impedir tal invasão desenfreada?

Não há motivos a serem comemorados. Reparem que de aproximadamente 150 mil profissionais formados na área, apenas 25 mil estão devidamente ativos. Dito isso, para concluir, deixamos a seguinte reflexão: Se isso não é uma verdadeira extinção da profissão, o que seria?

CONTER E CRTR-SP

Venham a público e tragam dados da valorização da profissão em relação a invasão de profissionais que não pertencem a Radiologia!



E respondam: Por que vários profissionais estão dando baixa em suas habilitações profissionais e migrando para outros cursos?



DIRETORIA INTERVENTIVA DO CRTR-SP: QUEREMOS TRANSPARÊNCIA! MOSTRE PARA A CATEGORIA QUANTO VOCÊS ESTÃO GASTANDO COM DIÁRIAS, JETONS E AUXÍLIOS DE REPRESENTAÇÃO!
Mais Notícias
« voltar 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 avançar »
www.infosind.com.br